SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SAPEZAL - MT
        Fone: 65 99246-2149 E-mail: sindicatosapezal@gmail.com

Nota de repúdio

6 de março de 2022 - 21:20 - 46 views

O Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Sapezal MT (SIMS), na qualidade de representante dos servidores públicos, vem por meio desta nota, externar nosso repudio, a Página do Instagram intitulada Sapezal Mil Grau, que em postagem mentirosa, baixa e despropositada, ataca os professores deste Município. Em tal postagem as imagens sugerem que durante a pandemia COVID 19, os professores do Município de Sapezal estavam dormindo ou fazendo nada e somente os servidores da área da Saúde estavam trabalhando, e mesmo assim este primeiro grupo reivindica aumento salarial.

 

Que os profissionais da saúde trabalharam muito, inclusive ariscando suas vidas no cumprimento de suas funções é inegável, são verdadeiros heróis, mas dizer que os professores não trabalharam durante a pandemia, é um total desconhecimento dos fatos, uma calúnia, uma covardia, chega a ser criminoso. Durante a pandemia docentes deste Município se reinventaram, trabalharam de forma remota através das mídias sociais, para atender seus alunos chegando até mesmo a trabalhar em turnos dobrado, porque atendiam alunos e pais o dia todo de domingo a domingo até mesmo durante a noite.

 

Quanto ao reajuste no salário que a classe solicita não onera e nem prejudica as contas do Município, pois, para este fim Sapezal recebe Recursos Federais via FUNDEB. Este reajuste de pouco mais de 33% não é invenção do professor é projeto do Governo Federal, por isso salientamos, não prejudicará as contas do Município a curto e nem a longo prazo, visto que o repasse do FUNDEB a Estados e Municípios, passou de 10% em 2020 para gradativamente atingir 23% até 2026. Dito isso, a reivindicação é legitima e justa. Sapezal é reconhecido como o 3º Município mais rico do Brasil. Manifestações mentirosas como essa da página Sapezal Mil Grau envergonha o nosso Município. Não é a primeira vez que professores deste Município são atacados covardemente, lembramos aqui uma postagem recente de um cidadão que disse: “os professores se tornaram o câncer da democracia” e completa referindo aos mesmos como “mocreias, mal vestidos, mal barbeados, mal penteados com cabelo de cor de carro alegórico…” Até quando o professor vai ser desrespeitado, pouco valorizado, motivo de chacota em nosso Município? A classe não suporta mais, clama por socorro!

 

Das autoridades esperamos um posicionamento firme, forte e contundente contra tais declarações. A classe anseia por reconhecimento, respeito e políticas públicas efetivas que venha promover uma real valorização do professor em Sapezal.


@2016 - Sindicato Servidores Públicos de Sapezal